CAPITÃO JOAQUIM TÁVORA



Joaquim Fernandes do Nascimento Távora, nasceu a 15/6/1881, no Estado do Ceará. Era filho de Antonio do Nascimento Távora e irmão de Juarez Távora. Entrou para o Exército voluntariamente em 20 de abril de 1903, no Rio de Janeiro. Joaquim Távora não era bom aluno de exatas na Escola Preparatória de Tática do Realengo, quase sempre parava no hospital para internação. Estudou muito e posteriormente tornou-se um dos primeiros alunos da Escola.
Serviu no Regimento de Cavalaria, Infantaria, Artilharia e Engenharia, foi auxiliar no curso de medicina, farmácia e foi nomeado professor de latim.
Transferido inúmeras vezes trabalhou em várias regiões do Brasil. A 19 de julho de 1922 foi preso no quartel e não pode sair enquanto não se concluísse as investigações sobre sua participação no movimento de 5 de julho daquele ano. Posto em liberdade por nada  haver se concluído a seu respeito foi, em 1924, considerado desertor por não mais comparecer ao quartel onde trabalhava. A sua ausência foi em virtude da sua intensa participação na preparação do movimento de 5 de julho de 1924. Morreu em combate contra as forças legais em 19/7/1924. Era considerado o “cabeça” do movimento revolucionário.